Não há casos confirmados da doença de acordo com a coordenadora do setor de Agravos da Vigilância Epidemiológica, Michelle Hilário, o alerta segue, para a identificação em curto prazo caso alguma criança venha a apresentar sintomas da doença.
“Com o acontecimento de um óbito, a gente entende que os pais ficam preocupados. Hoje não temos nenhum caso suspeito, ontem os exames descartaram meningocócica para um dos casos.
A meningite é uma doença que pode atacar pessoas de qualquer idade, mas principalmente as crianças com menos de 3 anos de idade. “Sem pânico. Não existe epidemia. O município está em alerta e a gente pede que os pais avisem, caso percebam algum sintoma, como febre, vômito e dor de cabeça”, comentou Michelle.
“Em Criciúma nós temos três crianças internadas, aguardando o exame. São crianças de municípios diferentes. Geralmente quando os casos são mais graves eles vem para Criciúma”, explicou.


Última atualização: 12/05/2020.
Por Redação FS