O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) e a Celesc assinaram ontem, sábado, 23, o Protocolo de Intenções para a realização de estudos e avaliações técnicas para a criação da Unidade de Conservação do Bracinho, que vai abranger os municípios de Schroeder e Joinville.

A área onde será inserida a Unidade, de aproximadamente 4.780 hectares, é de grande relevância ambiental, pois encontra-se em um dos maiores maciços florestais contínuos de Mata Atlântica.

O enquadramento da Unidade de Conservação irá garantir a continuação da operação das Usinas Bracinho e Piraí, aliada à possibilidade de abertura do local para visitação pública, o que deve consolidar uma nova área de lazer em meio à natureza para a população catarinense.

Unidade de Conservação

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, Unidades de Conservação (UC) são espaços territoriais com características naturais relevantes que têm a função de assegurar a representatividade de amostras significativas e ecologicamente viáveis das diferentes populações, habitats e ecossistemas do território nacional e das águas jurisdicionais, preservando o patrimônio biológico existente.

Estas áreas estão sujeitas a normas e regras especiais. São legalmente criadas pelos governos federal, estaduais e municipais, após a realização de estudos técnicos dos espaços propostos e, quando necessário, consulta à população.

Reserva Biológica Estadual do Aguaí

UCs em Santa Catarina

O IMA administra 10 Unidades de Conservação Estaduais – sete da categoria Parque, que é mais flexível quanto aos usos da área e onde o acesso ao público é normatizado, mas permitido, e três da categoria Reserva, onde o manejo ambiental é bastante restrito e o acesso só permitido a pesquisadores.

 São elas:

– Parque Estadual Acaraí, em São Francisco do Sul;

– Reserva Biológica Estadual do Aguaí, abrange os municípios de Morro Grande, Nova Veneza, Siderópolis e Treviso;

– Parque Estadual das Araucárias, em São Domingos e Galvão;

– Reserva Biológica Estadual da Canela Preta, estende-se pelos municípios de Botuverá e Nova Trento;

– Parque Estadual Fritz Plaumann, em Concórdia;

– Parque Estadual Rio Canoas, no Distrito de Ibicuí, localizado na cidade de Campos Novos;

– Parque Estadual do Rio Vermelho, em Florianópolis;

– Reserva Biológica Estadual do Sassafrás, na comunidade de Alto São João, no município de Benedito Novo;

– Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, maior Unidade de Conservação de proteção integral de Santa Catarina, ocupa cerca de 1% do território catarinense, abrangendo áreas dos municípios de Florianópolis, Palhoça, Santo Amaro da Imperatriz, Águas Mornas, São Bonifácio, São Martinho, Imaruí e Paulo Lopes;

–  Parque Estadual da Serra Furada, em Orleans e Grão-Pará .

Última atualização: 12/05/2020.
Por Redação FS