Ontem, terça-feira, 26, a Polícia Militar mais uma vez foi acionada para atender um crime de violência doméstica. A vítima foi agredida pelo marido com socos e tapas após uma tentativa de estupro. O crime aconteceu em Santa Rosa do Sul, na estrada geral Forquilha do Cedro. No local do crime os policiais falaram com a vizinha da vítima, que relatou que a vítima bateu em sua janela pedindo socorro, desesperada por que estava apanhando do marido, então ajudou abrigando a vítima e seus dois filhos, em seguida ligou para a polícia.

A vítima contou que foi casada com o agressor por 20 anos e tiveram dois filhos, um de 13 e outro de 10 anos. A um mês atrás a mulher havia comunicado que desejava o fim do relacionamento, porém o homem não aceitou e passou a proferir ameaças. A vítima afirma que ainda estavam morando juntos, pois o marido não aceitava sair de casa. De acordo com a vítima o agressor a procurou para ter relações sexuais, mas ela negou, com isso o homem tentou estuprá-la e como não conseguiu passou agredi-la com tapas e socos. O criminoso tapava a boca da vítima com as mãos para que ela não gritasse, quebrou um dente da mulher com um dos socos, tentou a estrangular e a todo momento dizia que iria matá-la se ela continuasse a negar o ato sexual. A vítima conseguiu escapar e ir até a casa da vizinha pedir ajuda.

A vítima apresentava várias lesões no rosto, inchaço, um dente quebrado, a boca cortada, arranhões e hematomas no pescoço e braços quando chegou a polícia. A Samu esteve presente no local e prestou atendimento a vítima conduzindo posteriormente ao hospital. A PM saiu em busca do autor do crime e durante as rondas, o veículo citado pela vítima foi avistado próximo à prefeitura do município. O suspeito ao ver a guarnição, abandonou o carro na via e fugiu. O veículo foi notificado por estar no meio da via e recolhido ao pátio da DP. O autor do crime ainda não foi encontrado.


Última atualização: 12/05/2020.
Por Redação FS