A saída de ambos é dada como certa nos bastidores d’Agronômica e provocaria eleições diretas em SC

Novos, importantes e históricos desdobramentos na política catarinense devem acontecer nas próximas horas. Isso porque, no inicio da noite desta terça-feira ganhou força a probabilidade de que Carlos Moisés da Silva, Governador do Estado, e Daniela Heiner, Vice-Governadora, renunciem aos seus mandatos a qualquer momento.

Essa atitude seria uma contraofensiva à Alesc, evitando assim que Santa Catarina tenha eleições indiretas, onde os Deputados escolheriam o novo Governador para um mandato tampão. Governador e Vice tem negado as especulações, porém fontes da própria Casa d’Agronômica afirmam que, a carta de renúncia já estaria pronta.

A renúncia obrigaria à convocação de eleições diretas, ou seja, onde os catarinenses retornariam às urnas.

A renúncia, traria de volta velhos nomes da politica catarinenses. Dos possíveis candidatos, três são senadores: Amin, Dário Berger e Jorginho Mello.