Última atualização:

Por: Filipe Daboit

O Grêmio adotará nos próximos dias  uma medida drástica para voltar a treinar em conjunto. O elenco Tricolor virá aqui para Santa Catarina para dar seguimentos as atividades que estão acontecendo desde o dia 5 de maio. Segundo o presidente Romildo Bolzan Júnior, a decisão levou em conta “procurar um local onde o futebol seja uma prioridade”, fazendo alusão ao que disse o governador Eduardo Leite nesta segunda-feira (29), aonde colocou que o futebol não é prioridade no momento, e salientou que o Campeonato Gaúcho não volta em Julho.

Não foi divulgada a cidade que irá abrigar o Tricolor, mas será no sul catarinense, provavelmente em Tubarão ou Criciúma. A logística está sendo acertada nesta terça-feira, e o deslocamento do elenco será o mais rápido possível.

Com a volta das atividades coletivas, haverá o retorno do técnico Renato Portaluppi, que está no Rio de Janeiro por preservação e por não ter tido trabalhos em conjunto.

O Grêmio não se diz em conflito com o governo gaúcho e não toma nova posição a respeito do reinício do Gauchão.

— Queremos apenas seguir nossos treinos dentro de um organograma. Examinamos as condições e liberações em Santa Catarina e seguiremos nossos rígidos controles sanitários — disse Romildo Bolzan.

— Temos de fazer valer o fato de termos construído uma ilha de sanidade.

Lembrando que o Governo Catarinense autorizou a realização de treinos coletivos com bola para o esporte profissional e amador em Santa Catarina. A portaria 417 foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira, 18, e assinada pelo secretário André Motta Ribeiro.