Última atualização:

Entre a segunda-feira (29) e a terça (30) terá a formação e deslocamento de um ciclone entre os países vizinhos e o Sul do Brasil. Tudo começa pela queda da pressão do ar a partir da Argentina e Paraguai. Isso já será o processo inicial da formação do ciclone. Neste estágio já temos a formação de muitas nuvens e algumas carregadas.

Nesta segunda-feira, 29, uma área de baixa pressão atmosférica provoca a formação de nuvens carregadas, o que irá proporcionar chuva e tormentas entre o fim da tarde e a noite em Santa Catarina, em especial as regiões de divisa com o Rio Grande do Sul.

Na terça-feira, o tempo segue carregado durante todo o dia, a chegada de uma frente fria e a combinação do ar quente e úmido que estará sobre Santa Catarina irá provocar chuvas fortes e tormentas, princialmente no Sul, Planalto Sul, Meio Oeste e Oeste Catarinense.

Já no primeiro dia de Julho, quarta-feira, o tempo segue com risco menor de chuva, porém, ventos fortes marcarão presença. Risco grande de transtornos, principalmente na rede elétrica e problemas com destelhamento. De quarta até sexta, a temperatura entra em forte declínio, não se descarta o fenômeno de geada negra, principalmente nas regiões Oeste, Planalto e pontos mais altos do Vale do Itajaí e Grande Florianópolis.